Eu e ela



Aprendi muita coisa nesses 8 anos ao seu lado.
Aprendi que existem anjos na terra.
Aprendi que um olhar vale mais que um milhão e meio palavras.
Aprendi que não custa absolutamente nada dar carinho e amor sem limites.
Aprendi que latido não é tudo igual: cada expressão sua significava uma coisa diferente.
Aprendi que a humildade é virtude de poucos.
Você me mostrou como é bom trocar uma balada de sábado à noite por um cafuné no sofá. E foram inúmeras vezes.
Você me mostrou que o ser humano ainda está em evolução e que muitos ainda são extremamente primitivos, pré-históricos.
Você me deu amor incondicional e nunca pediu nada em troca. Um ossinho, talvez.
Você uniu, ainda mais, nossa família.
Você secou minhas lágrimas quando eu estava triste. Perdi a conta das lambidas que tomei.
Você me mostrou que roupa com cristais, cama importada da Tailândia, esmalte para unhas e festa de aniversário com direito a placa de ouro no pescoço não vale nada se não houver respeito e amor de verdade.
Você me alertou para um problema grave do nosso país: a quantidade de animais abandonados nas ruas e maltratados pelos próprios donos. Talvez porque você mesma tenha passado por isso antes de vir pra mim.
Você me mostrou toda a beleza de sua inocência eterna.
Você me mantinha em equilíbrio, me dando forças para te defender de todo o mal.
Acariciar-te me mantinha em contato direto com a natureza.
Você me ensinou a escutar sua respiração e as batidas do seu coração, quando dormíamos juntas.
Você me fazia chorar de alegria só por te ter na minha vida. Só por isso.
Você me ensinou a cuidar de você, para cuidar das outras duas irmãs suas que vieram depois.
Me ensinou também que qualquer um que achar essa nossa relação absurda, é porque não tem sensibilidade, nem um espírito evoluído o suficiente para entender que Deus também se expressa nos animais.
Você me ensinou como a vida é simples. E breve.
Você me ensinou que a saúde é o bem mais valioso que temos. E foi por causa de uma maldita insuficiência renal, doença sem cura, que eu te perdi.

Ao leitor do meu blog, eu desejo um 2012 com mais respeito pelos animais. Com mais compaixão por esses seres incríveis enviados à Terra para nos auxiliar na nossa evolução. Sou uma pessoa muito melhor hoje, graças aos 8 anos de convivência com a Mel, minha cachorrinha que virou estrelinha no último dia 16/12. 

Feliz Natal e ótimo 2012.