Museu da Energia de SP abre exposição “1932, o Ano da Revolução Paulista”



No dia 9 de julho, o Museu da Energia de São Paulo, com o apoio do Ministério da Cultura, inaugura a exposição “1932, o Ano da Revolução Paulista”, que contará a história da famosa mobilização que teve a participação de diferentes setores da sociedade paulista da época, inclusive trabalhadores do setor de energia.

Os visitantes terão a oportunidade de conferir, através de fotos históricas, alguns dos fatos mais marcantes: o alistamento e os exames médicos dos soldados, a preparação das mulheres para atuarem como enfermeiras durante os confrontos e a participação de indígenas na batalha. Além das imagens, a exposição também contará com documentos e objetos da época.

A Revolução de 32 foi um marco na formação do povo paulista. Suas bandeiras, a constitucionalização do país e a autonomia e superioridade de São Paulo, que eram defendidas pela elite, sensibilizaram grande parte da população, que aderiu às manifestações, conforme explica a superintendente da Fundação Energia e Saneamento, instituição que administra o museu, Mariana Rolim: “A exposição mostra o impacto do movimento constitucionalista no cotidiano social de todo o Estado de São Paulo”.

A mostra “1932, o Ano da Revolução Paulista” fica no Museu da Energia de São Paulo até o dia 28 de julho e depois seguirá para o Museu da Energia de Itu, onde será inaugurada no dia 7 de agosto.



Exposição: “1932, o Ano da Revolução Paulista”

Data: de 9 a 28 de julho

Funcionamento: de terça-feira a sábado, das 10 às 17 horas

Endereço: Alameda Cleveland, 601 – Campos Elíseos

Informações: 11 3333 5600 ramal 211