Roda Viva, da TV Cultura, fará retrospectiva com as melhores entrevistas


 
Um dos mais antigos e emblemáticos programas de entrevistas da tevê brasileira, o Roda Viva completa 25 anos. Em sua trajetória, a atração abriu caminhos, inovou formatos, contribuiu para o fortalecimento da democracia do país e ofereceu informações e subsídios para o incentivo à cidadania. Para comemorar a data, o jornalístico da TV Cultura prepara uma retrospectiva especial, que irá ao ar durante todo o mês de setembro.

A partir do dia 5, sempre às segundas-feiras, às 22h15, o público poderá rever trechos históricos com personalidades das mais diversas áreas, que estiveram no centro do Roda ao longo dessas duas décadas e meia.

A primeira edição contempla entrevistas com os presidentes brasileiros Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Henrique Cardoso, Fernando Collor de Mello e José Sarney. Também estão nessa lista chefes de estado internacionais como Fidel Castro, Hugo Chávez e Evo Morales, bem como personalidades do universo esportivo, entre eles Ayrton Senna.

Como o tema censura não escapou das lentes do Roda Viva, seja com quem esteve no poder ou com quem sofreu com as restrições, o público irá rever participações de Dias Gomes, Tom Jobim, Gilberto Gil e do general Newton Cruz. Os bate-bocas calorosos como os que aconteceram durante entrevistas com Leonel Brizola, Franco Montoro e Orestes Quércia – que protagonizou uma discussão célebre com o jornalista Rui Xavier – estão entre o resgate das antigas edições.

Ex-apresentadores do programa, como Heródoto Barbeiro, Rodolfo Konder, Rodolpho Gamberini, Augusto Nunes, Matinas Suzuki Filho, Roseli Tardeli e Carlos Eduardo Lins da Silva participam das comemorações. Eles vão introduzir cada uma das entrevistas e dar depoimentos sobre os temas nelas abordados.

Nas outras três semanas, o público assiste a programas temáticos. Política e Economia vai ao ar dia 12/9; Cultura, 19/9; Esportes, Ciência e Saúde, 26/9.

Em outubro, a bancada do Roda Viva passa a ser ocupada pelo jornalista Mario Sergio Conti.