"O Cidadão de Papel", livro de Gilberto Dimenstein, agora em versão para iPad



Um dos mais completos livros sobre cidadania, ética, meio ambiente e educação ganha espaço no mundo dos tablets. A Editora Ática acaba de lançar “O cidadão de papel – A infância, a adolescência e os Direitos Humanos no Brasil”, do premiado autor e jornalista Gilberto Dimenstein, em versão para iPad. Trata-se do primeiro aplicativo brasileiro de um livro informativo em formato de revista digital.

Desenvolvido pela empresa Digital Pages, o aplicativo é fiel ao livro, no entanto, conta com uma seleção atual de fotos, vídeos, podcasts e gráficos que enriquecem o conteúdo dos textos e ilustram, de forma mais abrangente, os temas abordados.

A versão para iPad, além de apresentar o conteúdo do livro de forma dinâmica, traz uma experiência diferente ao leitor. Conta com recursos que permitem marcar os capítulos preferidos, e os dados estatísticos possuem atualização automática, disponibilizando sempre as informações mais recentes.

O aplicativo também possibilita acesso ao hotsite da obra (www.atica.com.br/cidadaodepapel), que traz notícias selecionadas mensalmente que completam o estudo, além de enquetes que estimulam a participação do leitor. “O cidadão de papel” para iPad pode ser adquirido pela Apple Store ao valor de US$ 24,99.