Museu do Futebol relembra papel dos negros no esporte



No Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, o Museu do Futebol oferece ao público atividades culturais ministradas pelo Núcleo Educativo do Museu que relembram o papel dos negros no futebol e na re sociedade brasileira.

Do início do século XIX - quando o futebol chegou ao Brasil pelas mãos do inglês Charles Miller - até a década de 1920, houve imensa resistência à presença de negros e mulatos nos elencos de clubes brasileiros. Esse futebol elitizado, no entanto, acabou vencido pelo talento único dos jogadores negros, que se tornaram maioria no rol dos grandes ídolos do futebol nacional.


 Atividades
A atividade “Mapa Mundi”, que tem início às 11 horas, promove discussão sobre a globalização do futebol e os seus efeitos, como a intensa transferência de jogadores negros e os processos de naturalização (países com pouca tradição no futebol costumam recorrer à naturalização de jogadores negros - como é o caso do moçambicano Eusébio, até hoje o maior nome da história da seleção de Portugal). Os visitantes poderão visualizar esses dois processos através de um mapa-mundi que demonstrará a migração de jogadores.  

Às 14 horas, na Sala das Copas do Mundo, os visitantes relembram a inserção dos negros na sociedade brasileira a partir do final do século XIX e revisitam o papel do futebol nesse processo. As atividades Jogo da Memória e Caça Detalhes permitirão que os visitantes conheçam a história de algumas personalidades negras nacionais e internacionais presentes na exposição permanente da Sala das Copas do Mundo.


Horário diferenciado
No dia 20, por conta da Virada Esportiva de São Paulo, o Museu do Futebol funcionará em horário diferenciado, com abertura às 10 horas e fechamento às 21 horas.


 Dia da Consciência Negra no Museu do Futebol
Estádio do Pacaembu (Praça Charles Miller, s/n).
Mais informações:  http://www.museudofutebol.org.br
Ingressos: R$ 6,00 (inteira)/R$ 3,00 (meia-entrada)
Horário de funcionamento: 10 às 21 horas (bilheteria até as 20 horas)