No meio do caminho havia um boneco

A passagem subterrânea, que leva os visitantes da Avenida Paulista à Rua da Consolação, vai ficar ainda mais literária durante o mês de maio. A partir de hoje, o ambiente recebe a exposição No meio do caminho havia um boneco, do ator-manipulador de bonecos e diretor da Usina de Animação, Jef Cecim.

A mostra vai exibir 15 bonecos cênicos, confeccionados por Jef com referência em grandes nomes da literatura brasileira e de suas obras e personagens. Entre eles, Machado de Assis, Mario Quintana, Jorge Amado, Raquel de Queiroz e Cora Coralina.

Haverá ainda três bonecos manipuláveis, representando os escritores Vinícius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade e Clarice Lispector. Alguns deles também vão interagir com público, contando passagens de textos marcantes, utilizando uma trilha sonora composta por registros dos poetas.

Além da criação do cenário literário, ao longo do mês, o artista estará na Passagem aos finais de semana, durante a tarde, para realizar performances e criar o boneco de Riobaldo, personagem do livro Grande Sertão Veredas, de Guimarães Rosa, também presente na mostra.

http://www.culturapara.com.br/teatro/usinadeanimacao




Exposição No meio do caminho havia um boneco
Data: de 3 a 30 Maio
Horário: das 7h às 22h (de segunda a sexta-feira) e 10h às 22h (sábados, domingos e feriados)
Local: Passagem Literária da Consolação
Endereço: Rua da Consolação, esquina com a avenida Paulista (Metrô Consolação)
Grátis