Deficientes auditivos de SP terão ajuda para falar com as subprefeituras

Todas as 31 Subprefeituras de São Paulo terão, até o fim do ano, equipamentos especializados para atendimento a deficientes auditivos. A ação, da Secretarias de Coordenação das Subprefeituras e da Pessoa com Mobilidade Reduzida, chega nesta semana às Subprefeituras Pinheiros e Guaianases.

As praças de atendimento das Subprefeituras agora terão webcams que possibilitam a conversa dos cidadãos com deficiência auditiva com profissionais capacitados na linguagem de Libras (Língua Brasileira de Sinais), por meio de um computador.

Os profissionais capacitados em Libras estarão na chamada Central de Libras, Intérpretes e Guia-Intérpretes (Celig), da Secretaria da Pessoa com Mobilidade Reduzida, e promoverão o contato entre o cidadão e o funcionário da Subprefeitura responsável pela demanda. O atendimento ocorrerá das 8h às 17h.

Nove Subprefeituras já estão a ferramenta em funcionamento: Ermelino, Ipiranga, Itaim-Paulista, Lapa, Mooca, Penha, São Miguel Paulista, Sé e Vila Mariana. Após a instalação nas Subprefeituras, o projeto irá para unidades públicas como hospitais e Unidades Básicas de Saúde.