Só falta ela ficar azul


Sigourney Weaver liderou ontem um protesto em Nova York contra a construção da hidroelétrica Belo Monte na Amazônia e pediu ao governo brasileiro que seja um "líder" em matéria ambiental. A atriz instou o governo do presidente Lula a apostar em "um modelo energético do século XXI", no lugar de um projeto "com tantas consequências negativas". 
Mandou bem.