Resposta do Gilberto Dimenstein sobre artigo anterior

"Moralista, eu? Bobagem
Critiquei nesta coluna o anúncio de cerveja encenado por Paris Hilton --assim como não gosto do uso de celebridades, qualquer celebridade, para estimular a bebida. Muitos leitores me chamaram de moralista. Minha melhor resposta está numa pesquisa que acaba de ser divulgada pelo Instituto de Psiquiatra do Hospital das Clínicas de São Paulo.
Entre homens com mais de 60 anos de idade, 20% (repetindo, 20%) abusam do álcool --o problema é mais acentuado ainda entre os mais pobres.
Envelhecer naturalmente já é difícil, envelhecer enchendo a cara é um desastre.
Quase ninguém nesse grupo começou a beber velho. Daí que a sociedade tem de ser responsável em relação em qualquer substância que produza dependência química.
Se isso é moralismo, sou moralista".


coluna anterior: http://www1.folha.uol.com.br/folha/pensata/gilbertodimenstein/ult508u701564.shtml