Instituto IDEAL lança Selo Solar, incentivando geração de energia solar fotovoltaica

Com o intuito de incentivar novos projetos de geração solar fotovoltaica no Brasil (geração de energia elétrica com energia renovável do Sol), o Instituto IDEAL, em parceria com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, lança amanhã, 24 de abril, o Selo Solar.

Por meio do Selo, o consumidor poderá identificar quais empresas utilizam energia gerada a partir do sol. Para recebê-lo, a empresa deverá comprovar que adquire um volume mínimo de eletricidade solar por um período de pelo menos 5 anos. Vale lembrar que o Brasil é um dos países com maior incidência de irradiação solar do mundo, porém o uso de tal potencial para a geração elétrica no país ainda é pouco utilizado.

A ideia do selo de eletricidade solar brasileiro surgiu a partir de uma experiência alemã bem sucedida. O GrünerStromLabel (Selo de Energia Verde - SES) foi criado em 1998 e hoje certifica em torno de 120 produtos de energia limpa na Alemanha. 
 
O lançamento do Selo Solar acontecerá no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis.