O Poeta Álvaro Alves de Faria comenta a implosão (?) do prédio no centro de SP