Quincas Berro D'Água estréia em 21 de maio nos cinemas


Considerado por muitos críticos a melhor obra de Jorge Amado, A Morte e a morte de Quincas Berro D’Água ganha a primeira adaptação para o cinema pelas mãos do diretor e roteirista Sérgio Machado. O romance já foi traduzido para 21 idiomas e, só no Brasil, já vendeu mais de 3 milhões de exemplares – se tornando a segunda obra mais vendida do escritor baiano no País. 

Quincas Berro D’Água - pseudônimo do ex-funcionário público Joaquim Soares da Cunha - é o líder de uma turma de malandros de Salvador que tem o azar de falecer na madrugada do dia em que completaria 72 anos. Mas, como para esse grupo a morte é apenas um detalhe, Quincas ainda vai aprontar muita coisa antes de morrer pela segunda vez.

Quincas Berro D’Água já tem site oficial e blog, com histórias de bastidor, fotos, vídeos e promoções inusitadas tendo a boemia como tema, no endereço http://www.quincasberrodagua.com.br. Preservando a atmosfera leve da comédia, o blog será marcado pela descontração e interação, com a participação do diretor Sergio Machado, dos atores e da equipe técnica.